Adjudicado novo concurso de concessão do Forte da Ínsua em Caminha no âmbito do Programa Revive

Através do Programa Revive foi encontrada uma nova vida para esta fortificação marítima abaluartada com planta estrelada irregular, que possui no seu interior um convento ampliado em 1676, mas com origem franciscana do século XIV, erguido por determinação de D. João I de Portugal. Assim, a concessão, por 50 anos, do Forte da ínsua foi adjudicada por 1001€ de renda anual à empresa Diverlanhoso, prevendo-se um significativo investimento neste património único, de modo a permitir a recuperação deste espaço como Estabelecimento de Hospedagem de qualidade elevada e a sua dinamização através do desenvolvimento de várias atividades de animação cultural. [14.2.2020]