Mosteiro de Santo André de Rendufe

Num dos principais centros beneditinos portugueses, entre os séculos XII e XIV, o Mosteiro de Santo André de Rendufe teve origem em data anterior a 1090, ao tempo de Conde D. Henrique.

Isolado entre vinhas, tem acesso através de um imponente terreiro enquadrado com a fachada barroca da Igreja e o conjunto monástico a sul, onde se situava a biblioteca edificada em 1716, o dormitório que remonta a 1728 e o claustro do qual subsistem as ruínas do primeiro nível com arcadas e capitéis toscanos.

O conjunto monástico encontra-se atualmente em ruínas, mantendo contudo a silhueta arquitetónica e o marcante aqueduto. A cobertura do dormitório foi recentemente reabilitada.

A área a afetar a uso turístico é a totalidade do imóvel, com exceção da igreja.

O modelo jurídico é o de concessão.

Concelho: 
Amares
Envolvente: 
Insere-se numa zona de vinhas e de verdejantes campos do concelho de Amares.
Categoria de proteção: 
Imóvel de Interesse Público
Técnico Responsável: 
Fernando Teixeira

Clique para ver imagens imóvel

Localização: