Forte da Barra de Aveiro

O Forte da Barra de Aveiro, também conhecido como Forte Pombalino, Forte Novo ou Castelo da Gafanha, fazia parte do conjunto de fortalezas joaninas edificadas entre 1642 e 1648, cuja disposição visava reforçar as fronteiras do reino. Foi edificado no século XVII, no período pós-Restauração. Em meados do século XIX, a fortaleza perdeu importância defensiva e estratégica, sendo desativada das suas funções militares. Ainda serviu de local de orientação para entrada de barcos na Barra de Aveiro, perdendo essa função com a construção do Farol da Barra.

É uma obra do tipo abaluartado, restando, atualmente, uma pequena cortina de dois meios baluartes. Depois que deixou de ser necessária a defesa do Rio Vouga, foram edificadas construções sobre a cortina e o meio baluarte norte. No baluarte sul foi erguida uma torre de sinalização mas, nesse lado, ainda é visível parte da escarpa, cordão e três canhoeiras cortadas no parapeito.

A área a afetar a uso turístico é a totalidade do imóvel e mais dois edifícios anexos.

O modelo jurídico é o de concessão.

Concelho: 
Ílhavo
Envolvente: 
Situa-se em pleno Porto de Aveiro, numa localização privilegiada sobre a foz do rio Vouga, na Ilha da Mó de Baixo.
Categoria de proteção: 
Imóvel de Interesse Público
Técnico Responsável: 
Rita Assis Pacheco

Clique para ver imagens imóvel

Localização: